Os Símbolos de Kuan Yin e Seus Significados


Kuan Yin aparece-nos representada com diversos símbolos cujos significados diferem de uns para os outros. Temos representações da Kuan Yin segurando um ramo de salgueiro, a Kuan Yin sentada sobre a flor de lótus, a pisar um dragão, a segurar crianças no colo, etc. Cada representação esconde uma simbologia profunda e poderosa. Vejamos os significados dos símbolos mais importantes:


Ramo de Salgueiro - Ao segurar o ramo de salgueiro, Kuan Yin retira do seu jarro o néctar da compaixão e da sabedoria e espalha sobre as pessoas.

Livro ou Pergaminho - o Dharma - o conhecimento da vida. É o caminho que nos leva ao estado de libertação. Os ensinamentos de Buda ou o Sutra que Kuan Yin, enquanto Miao Shan, recitava frequentemente. O livro precioso que traz a verdade, o grande saber.

Flor de Lótus - Símbolo da pureza de Deus, do amor compassivo de Deus. Acredita-se que esta planta, muito respeitada na China, detém o dom dos sentimentos amorosos. Simboliza o nascimento divino, o crescimento espiritual e a pureza do coração. Alguns monges budistas carregam botões de lótus nas suas mãos para espalhar o seu aroma pelo ar e depositá-los sob os pés de Buda.

Flor de Lótus Branca - A pureza e a consecução do mérito.

Flor de Lótus Violeta - Haveremos de contemplar os bodhisattvas.

Flor de Lótus Azul - Renascimento numa Terra pura.

Flor de Lótus Vermelho - Alcançar o renascimento.

Jarro - O elixir da vida, da cura e da compaixão. Contém o remédio que Kuan Yin derrama sobre os seus filhos para lhes conceder cura física, mental, emocional e espiritual. Qualquer tipo de cura, nos relacionamentos pessoais, profissionais, financeiros. Kuan Yin é a Grande Curadora e tudo faz para eliminar os nossos sofrimentos.

Crianças no seu colo - Simboliza a vida recém-nascida, a vida espiritual, a Mãe Natureza.

Crianças a brincar ao seu redor - Simboliza a concepção de filhos perfeitos (do sexo desejado).

Cachos de Uvas - Assegura colheitas abundantes.

Dragão - Kuan Yin pisa sobre o mal.

Tigela de Arroz - Fartura de alimentos e fertilidade.

Cesta de Peixes - Símbolo da Fecundidade.

Japamala ou Japamala de Cristal - Ferramenta através do qual se faz a convocação dos "Budas das Dez Direcções" a virem rapidamente em socorro de alguém. As 108 contas do japamala representam todos os seres vivos.

Mãos pousadas no colo - Meditação.

Palmas das mãos que não se tocam - Capacidade de reverenciar e amar todos os seres sencientes.

Cordas ao seu redor - Amarrar todas as circunstâncias nocivas.



Outros símbolos (menos frequentes no Ocidente)


Tigela incrustada com jóias - Contém o remédio para a cura de enfermidades.

Tigela com frutas incrustada com jóias - Protecção para escapar das armadilhas.

Disco solar contendo um pássaro - Banir a escuridão.

Disco lunar contendo um coelho - Neutralizar o veneno.

Escova branca ou espanador (em forma de bandeira) - Afastar as necessidades.

Placa com cabeça de um dragão - Subjugar os animais selvagens.

Alabarda - Para neutralizar os efeitos da desonestidade das pessoas.



Os principais emblemas de Kuan Yin

(extraídos do Sutra do Coração do Dharani da Grande Compaixão)


1. Pedra da Satisfação dos Desejos - consecução de todos os desejos salutares.

2. Corda - amarração de todas as circunstâncias nocivas.

3. Tigela incrustada com jóias - remédio para as enfermidades.

4. Espada - subjugação dos espíritos aquáticos.

5. Vajra ou Ceptro Adamantino de Duas Cabeças - subjugação dos demónios.

6. Adaga-Vajra - para causar a capitulação dos inimigos.

7. Uma mão estendida com os dedos e o polegar apontados para cima de forma semelhante a uma tigela - subjugação do medo.

8. Disco solar contendo um pássaro - para banir a escuridão.

9. Disco lunar contendo um coelho -para neutralizar o veneno.

10. Arco - carreira gloriosa.

11. Flecha - par aproximar os amigos.

12. Ramo de Salgueiro - afastar a doença.

13. Escova branca ou espanador em forma de bandeira - afastar as necessidades.

14. Vaso de "Longa Vida" - simboliza tudo o que é virtuoso e amoroso.

15. Placa com cabeça de dragão - subjugação dos animais selvagens.

16. Machado - protecção contra as autoridades opressoras.

17. Bracelete de jade (arredondado e forma triangular) - para obter serviço filial de filhos e filhas.

18. Lótus branco - consecução do mérito.

19. Lótus azul - renascimento numa Terra pura.

20. Espelho precioso - significa prajna, sabedoria.

21. Lótus violeta - significa que haveremos de contemplar os bodhisattvas.

22. Tigela com frutas incrustada com jóias - para escapar às armadilhas.

23. Nuvem de cinco cores - para entrar no caminho dos imortais.

24. Garrafa de água descansando sobre a palma da mão - renascimento num Brahma-Loca (céu nebuloso).

25. Lótus vermelho - para alcançar o renascimento num deva-loca (um céu menos abstracto do que o Brahma-Loca).

26. Alabarda - neutralizar os efeitos da desonestidade das pessoas.

27. Concha - invocação dos devas (deuses), espíritos benfeitores.

28. Cajado - para obter o controlo dos espíritos.

29. Japamala ou Japamala de Cristal - Ferramenta através do qual se faz a convocação dos "Budas das Dez Direcções" a virem rapidamente em socorro de alguém (isto é, para receber alguém numa Terra pura).

30. Sino com topo de vajra - para, com ele, executar maravilhosas obras musicais.

31. Selo precioso - para, com ele, obter o dom da eloquência.

32. Gancho - para, com ele, obter protecção dos devas dos reis-dragões benevolentes.

33. Bastão monacal com ponta de ferro - desejo compassivo de proteger os outros.

34. Duas mãos, palma com palma, sem se tocarem - capacidade de reverenciar e amar a todos os seres sencientes.

35. Imagem de Buda cercada por um nimbo e sentada sobre um lótus - significa passar a vida após vida com os Budas sempre ao lado.

36. Pavilhão palaciano - habitar vida após vida no palácio dos Budas.

37. Volume precioso - para, com ele, alcançar grande saber.

38. Roda dourada - significa que desde esta vida até à consecução do estado de Buda, a Roda da Iluminação, nunca cessará de girar por nós.

39. Duas mãos, pulso contra pulso, com os dedos mais ou menos na horizontal apontando para cima  - com os "Budas das Dez Direcções" para outorgar o poder e predizer sucesso certo na consecução da Iluminação.

40. Cacho de Uvas - para assegurar colheitas abundantes de frutas.

41. Mão aberta estendida com os dedos a apontar para baixo com o néctar da sabedoria e da compaixão (conhecido como orvalho doce) fluindo do olho no centro da palma - para mitigar a fome e a sede.

42. Mão direita descansando sobre a esquerda, palmas para cima - o poder de subjugar espíritos vingativos em todos os inumeráveis universos.


Podem ser usados estes símbolos e mudras simultaneamente com o mantra apropriado para se alcançarem os objectivos que significam. Na dúvida da escolha do mantra, podem ser recitados os mantras NAMO Y JU KUAN YIN ou OM MANI PADME HUM.



Fonte(s): "A Deusa da Compaixão e do Amor - o Culto Místico de Kuan Yin" de John Blofeld, "Kuan Yin, a Deusa dos Milagres" de Angela Marcondes Jabor.


Artigos relacionados


Centrar com as Calcedónias Azul e Aqua Azul

Centrar com as Calcedónias Azul e Aqua Azul

As Calcedónias Azul e Aqua Azul tocam o campo de energia como o azul relaxante de um lago gelado na montanha. A sua vibração é suave, calma e centradora. Têm uma energia que pode ser sentida como um cubo de gelo interior profundo (...) Ler mais

  • 0
Os Cristais e as Cores

Os Cristais e as Cores

Um dos aspectos que mais nos atrai nos cristais é a sua cor natural que tem origem nos minerais e elementos residuais. A hematite, por exemplo, apresenta um tom vermelho profundo e sanguíneo em bruto, mas quando polida torna-se prateada. (...) Ler mais

  • 0
Cuidados a ter com o Japamala

Cuidados a ter com o Japamala

Um japamala pode durar anos e anos. Pode durar uma vida inteira apesar do uso frequente. Mas, para prolongar a vida de um japamala, há que ter alguns cuidados na sua manutenção, seja a sua utilização como um acessório ou como ferramenta (...) Ler mais

  • 0

Produtos relacionados