Significado das Cores nos Japamalas



Quando escolhe um japamala para as suas meditações e orações ou simplesmente para lhe transmitir bem-estar ou ajudar num processo de cura, irá considerar naturalmente os materiais como as madeiras ou cristais, mas também pode sentir-se atraído pelas cores.

As cores interagem com as nossas emoções. Podemos sentir ansiedade perante algumas ou relaxados perante outras. As cores têm um enorme efeito sobre nós. Podemos precisar de uma determinada cor para manifestar cura em nós ou porque precisamos do equilíbrio dessa determinada cor que muitas vezes é uma que até nem é das que mais gostamos.

Em meditação, a técnica de visualização de cores também oferece benefícios mentais e emocionais, aumenta mais o foco, facilita as meditações guiadas e ajuda a reflectir sobre as intenções colocadas, seja através de uma única cor ou uma combinação de várias.

Mas então, que significados carrega cada cor?



É a cor da paz e da pureza, a mais completa e a cor da perfeição. Oferece integridade, totalidade e completude. Inspira a aceitação, o perdão, a inocência e o não-julgamento. Purifica, harmoniza e limpa. É a cor que nos aproxima do Divino. Traz calma, serenidade e leveza. Ideal para novos começos. Apesar de não ser estimulante, o branco abre o caminho para a criação de qualquer coisa que a mente possa conceber. Estimula o sentido de igualdade, justiça, imparcialidade, neutralidade e independência. Promove o crescimento e a reflexão. Amplifica as energias. É uma cor de protecção que oferece a sensação de paz e calma, conforto e esperança. Incentiva. Ajuda a aliviar transtornos emocionais. Cria um sentido de ordem e de eficiência. Limpa e purifica os pensamentos, emoções e o espírito revigorando e fortalecendo o sistema energético. Tal como o preto, está associado ao luto em algumas culturas mas não representa o fim mas sim novos começos. Está muito relacionado com o reino angélico e facilita a comunicação com os anjos e guias espirituais.

Combinada com outras cores realça os seus aspectos positivos mas também os negativos (sobretudo se existir propensão para tal). O transparente contém as mesmas energias do branco, mas com um poder de amplificação mais elevado.

Apesar de ser a cor perfeita com poucos aspectos negativos a apontar, o uso muito prolongado do branco pode causar frieza, sentimentos de isolamento e vazio, desprendimento e desinteresse.



Mistério, seriedade. Oferece protecção e estabilidade. Ajuda a perceber o potencial e as possibilidades existentes. Dá confiança e apoia na mudança. É a cor do secretismo, do oculto e do desconhecido. Protege do stress emocional provocado por factores externos. É a absorção de todas as cores e a ausência de luz. Enquanto que o branco traz à luz, o preto esconde. O branco descobre, o preto encobre. É a cor de quem quer passar despercebido ou esconder sentimentos, medos e inseguranças. Ideal para trabalhar o lado sombra. Representa o controlo e o poder. Oferece disciplina, confiança, independência e uma grande força de vontade. É uma cor de sofisticação, dignidade, elegância, mas também de convencionalismo, conservadorismo e seriedade. Absorve a energia negativa. Desperta a sensualidade e a sedução. Está associado ao luto em muitas culturas mas não representa o fim, representa sim um novo começo.

Para transmitir uma energia mais luminosa e clara, combinar o preto com outras cores.

O uso muito prolongado do preto pode levar ao apego, à hostilidade, à inacessibilidade, à intriga, a alterações de humor e à intimidação.



Neutralidade e imparcialidade. Representa as qualidades femininas e masculinas. Apoia o conservadorismo, a formalidade e a sofisticação. É a cor do compromisso, da honra, da maturidade, da solidez e estabilidade. Cria uma sensação de calma e compostura. Oferece suavidade, tranquilidade e sentimento de reserva. Não estimula, nem excita. É uma cor de maturidade, elegância, praticidade e confiabilidade. Aumenta o sentido de responsabilidade e autocontrolo.

Os tons mais escuros adicionam dramatismo e mistério enquanto que os tons mais claros ou próximos do prateado adicionam vivacidade e luminosidade.

Combinado com outras cores cria um efeito estabilizador atenuando as cores mais vibrantes e com energias mais fortes e iluminando as cores mais suaves com energias mais subtis.

O uso muito prolongado de cinzento pode levar ao sentimento de sufoco, estados depressivos, tristeza e tendência para o isolamento e solidão.



Clareza, criatividade, poder e inspiração. É a cor da actividade mental e da mente aberta. Benéfica para as pessoas muito racionais, paradas e reservadas na medida em que as ajuda a demonstrarem o seu poder pessoal. Liberta o fluxo emocional e melhora o humor. Estimula a receptividade, a inteligência e a atenção aos detalhes. Usar amarelo é como vestir o sol, traz alegria, vitalidade, optimismo e sensação de bem-estar. Está associada à prosperidade e atrai a abundância (em todos os níveis). Ressoa com o lado lógico do cérebro estimulando as faculdades mentais e criando agilidade mental e percepção. É iluminadora e oferece esperança, felicidade e diversão. Inspira o pensamento original e a curiosidade. É a cor da criatividade e das ideias novas. Desenvolve a objectividade e a praticidade. Dá entusiasmo à vida e desperta a autoconfiança. Apoia nos desafios que se apresentam oferecendo força e motivação para os ultrapassar. Ajuda a analisar ambos os lados de uma questão antes de tomar uma decisão. Benéfica para os estudantes na medida em que ajuda a manter o foco e auxilia no estudo. É uma cor mental e não emocional. Ajuda a aumentar a autoestima. Não é a cor ideal para quem está a passar por mudanças na sua vida porque o amarelo é muito vibrante e causará stress.

Combinada com verde ou laranja traz suavidade à vida para que possa equilibrar e restaurar a energia.

O uso muito prolongado do amarelo pode causar ansiedade, agitação, excesso de criticismo (quer próprio quer em relação aos outros), impaciência, sentimentos de inferioridade, rancor e cobardia.



Optimismo e entusiasmo. Representa o prazer, a vitalidade, a diversão e o movimento. É uma cor revigorante. Transmite esplendor e vibratilidade, actividade e envolvimento. Ajuda a quebrar barreiras. Aumenta a autoestima. Desenvolve o instinto. Oferece força emocional em tempos de crise. Ajuda a ultrapassar desgostos e desilusões e apoia na recuperação da dor causada. Rejuvenesce o espírito. Encoraja a confiança e a independência. Promove a interacção social e a participação em conversas. Ajuda na assimilação de novas ideias e liberta o espírito das suas limitações. Aumenta o respeito quer pelo próprio quer pelos outros. Estimula a mente. Aumenta a felicidade, a alegria, o sentido de humor e a criatividade. Encoraja a expressão do Eu verdadeiro e a conexão com a criança interior.

O uso muito prolongado de laranja pode levar ao orgulho, à futilidade, à falta de sinceridade e exibicionismo.



Poder, paixão, impulso energético. Está ligado ao sangue e à circulação sanguínea. É a cor da sexualidade, da sedução, do desejo e do erotismo. Estimula a coragem e a força interior. Está associada às necessidades físicas e à sobrevivência. Contém uma energia masculina forte e poderosa. É energizante e excitante e motiva a acção. Impulsiona as qualidades de liderança e de pioneirismo promovendo a ambição e a determinação. Benéfica na timidez e na falta de força de vontade. Pode estimular paixões mais profundas e íntimas. É frequentemente usado para expressar o amor, mas o amor é expresso em rosa enquanto que o vermelho está mais relacionado com a paixão, a sexualidade e a luxúria. Na China é a cor da boa sorte e na Índia é a cor da pureza.

O vermelho mais escuro adiciona mais seriedade mas menos intensidade que o vermelho vivo.

O uso muito prolongado do vermelho pode causar agitação, nervosismo, desejo de vingança, raiva, agressividade e irritação.



A cor da natureza. Ajuda em novos começos e oportunidades. Facilita o crescimento pessoal e a renovação. É a cor da cura e da esperança. Transmite uma sensação de paz. Acalma a ansiedade e o stress. Equilibra o corpo e o espírito. Traz boas energias. Está associado ao coração e ao amor. Oferece harmonia, equilíbrio e clareza mental. Aumenta o amor e cuidado quer pelo próprio quer pelos outros. Ajuda a aumentar a compaixão. Muito benéfica para pessoas com tendência para a depressão e ansiedade. Ajuda a aumentar a imunidade. É a cor do crescimento, da renovação e do renascimento. Renova e restaura a energia esgotada restabelecendo o bem-estar. É um pacificador natural. Inspira a generosidade e o discernimento. Promove o amor pela natureza, pela família, pelos amigos, pelo lar e animais de companhia. Encoraja a partilha, a estabilidade, a resistência e a força para enfrentar as adversidades. É a cor da prosperidade e da abundância, das finanças e da riqueza material. Benéfica no mundo dos negócios e para empreendedores. Transmite uma sensação de segurança.

Os tons mais amarelados adicionam optimismo enquanto que os mais azulados adicionam calma emocional.

O uso muito prolongado de verde pode levar ao criticismo, excesso de cautela, à possessividade e ao materialismo.



Relaxamento, paz, tranquilidade. Ajuda a acalmar e a descomprimir em momentos tensos. Acalma a ansiedade. É uma cor de protecção e idealismo. Muito benéfico para pessoas hiperactivas ou hipertensas. Ajuda na comunicação (especialmente verbal) e autoexpressão. Conecta a mente com a mente Universal. Aumenta o foco e a concentração. Ajuda a manter as ideias e pensamentos organizados. Oferece clareza mental. Acalma a mente ruidosa. Afasta pensamentos negativos. Equilibra a mente e o espírito. Harmoniza. Está ligado à sabedoria espiritual. Equilibra as emoções. Oferece sentido de responsabilidade, honestidade e lealdade. Aumenta a autoconfiança e a segurança. É uma cor de sinceridade, quietude e reserva. Coloca as pessoas que sentem que são o "centro do universo" no seu lugar que é igual ao de todos. Auxilia nos confrontos necessários. Ajuda a assumir o controlo e a tomar boas decisões nas situações difíceis. Transmite ordem e sentido de vida. Ajuda a reduzir o stress. Benéfico para pessoas com dificuldade em expressar as suas necessidades e desejos. É a cor do espírito e da devoção (não só religiosa, mas também à família e ao trabalho). Ajuda na persistência e determinação.

Os tons mais claros adicionam um maior sentimento de liberdade enquanto que os mais escuros adicionam mais conservadorismo, sentido de responsabilidade, compaixão (apesar de ter dificuldade em demonstrar) e como cor mais masculina representa poder, conhecimento e integridade sendo a cor ideal para empreendedores e cargos de responsabilidade.

O uso muito prolongado de azul pode levar ao excesso de análise e inflexibilidade, ao rancor, passividade, indiferença, hipocrisia e excesso de conservadorismo.



Comunicação aberta e clareza de pensamento. Ajuda a abrir as linhas de comunicação entre o coração e a palavra falada. É uma cor de amigabilidade e alegria. A cor certa para as pessoas que gostam de aproveitar a vida ao máximo. Ajuda a controlar e a curar as emoções criando estabilidade emocional e equilíbrio mas passa pelo processo atribulado de montanha-russa emocional até equilibrar. Recarrega o ânimo em momentos de stress, ansiedade e cansaço fazendo com que a pessoa se acalme instantaneamente e se sinta revigorada. Alivia a sensação de solidão. Promove a clareza mental, o controlo da fala e da expressão e aumenta a confiança sendo muito benéfico para oradores. Aumenta a criatividade e a sensibilidade. Incentiva a cura interior ao aumentar o cuidado e a empatia. Aguça a intuição e abre portas para o crescimento espiritual. É a cor da alma evoluída. Ajuda a construir a autoestima e o amor-próprio permitindo amar também os outros incondicionalmente. Tem a capacidade de identificar o caminho a seguir, equilibrando as vantagens e desvantagens e o certo e o errado em qualquer situação. Beneficia as pessoas presas a uma rotina.

É uma combinação de azul com um "pingo" de amarelo e está situado entre o verde e o azul. Contém a paz e tranquilidade do azul, o crescimento do verde e a energia vibrante do amarelo.

O uso prolongado da cor turquesa pode causar dispersão no pensamento, arrogância, narcisismo, pouca confiabilidade, medo da solidão, indiferença, inacessibilidade e discriminação. Pode levar à mente hiperactiva e criar desequilíbrio emocional tornando a pessoa excessivamente emocional ou não emocional.



Intuição, percepção. Abre o chakra do Terceiro Olho. Promove a concentração profunda durante a meditação e os momentos mais introspectivos. Ajuda a alcançar níveis mais profundos de consciência. É a cor da Nova Era, a habilidade de usar a mente superior para ver além dos sentidos normais com grandes poderes de percepção. Baseia-se mais na intuição e não no instinto. É uma cor de poder, humanidade e de dignidade. Transmite integridade e sinceridade profunda. Representa a devoção, a sabedoria, a imparcialidade e a justiça. Benéfica para os defensores dos direitos humanos. Ajuda a criar identidade e estrutura que sem elas provoca desequilíbrio. É uma cor de organização e método, de rituais e tradições, religião e sistema institucional. Estimula a actividade criativa e as habilidades espaciais.

O azul índigo é uma mistura de azul profundo com violeta e contém a energia de ambas as cores.

O uso prolongado da cor índigo pode levar à inflexibilidade, à tacanhez, à intolerância, ao preconceito, ao fanatismo e ao vício (que abrange a necessidade de qualificações reconhecidas, drogas e álcool, trabalho e até religião).


Espiritualidade, expansão da consciência. É a cor com a frequência mais elevada. Promove a força interior e o crescimento. É a cor da transmutação de energias e do perdão. Comunica com todos os chakras. Purifica e ajuda a organizar os pensamentos e emoções. Proporciona vitalidade e um sentido de unidade com o Tudo. Representa a nossa ligação com o Universo e com o Divino. É a cor da iluminação espiritual. Estimula a intuição, a imaginação e a espiritualidade. Como cor instrospectiva, permite entrar em contacto com os pensamentos mais profundos. Auxilia aqueles que buscam o sentido da vida e a realização espiritual. Expande a percepção conectando a uma consciência superior. Por esta razão, está associada à transformação da alma. Representa o futuro, a imaginação e os sonhos. Acalma as emoções. Inspira e aumenta as habilidades psíquicas ao mesmo tempo que ajuda a manter os pés na terra. Promove a harmonia da mente e das emoções contribuindo para o equilíbrio e estabilidade da mente e paz de espírito. Útil na prática da meditação. Inspira o amor incondicional e altruísta, desprovido de ego. Estimula a compaixão e a sensibilidade. Incentiva a criatividade, a inspiração e a originalidade. Combina sabedoria e poder com sensibilidade e humildade. Pode ser benéfico para as pessoas menos afortunadas a alcançarem muito (não só materialmente). É a cor da realeza, da nobreza, do luxo e da riqueza. Aumenta a segurança, as capacidades de liderança e a ambição.

O violeta não é tão intenso como o roxo, mas a sua essência é muito semelhante. Ambos contêm a energia e a força do vermelho e a espiritualidade e integridade do azul. É a união de corpo e alma que cria o equilíbrio entre as energias físicas e espirituais.

O uso muito prolongado do violeta pode levar à fuga da realidade, à imaturidade, à arrogância, aos delírios de grandeza, ao egocentrismo, ao cinismo e ao agravamento da depressão ou estados depressivos (se a pessoa já tiver propensão para tal).


A mesma energia do violeta mas o roxo é mais intenso.



A cor universal do amor. Estimula o amor quer pelo próprio quer pelos outros. Abre o coração para o amor em todos os níveis, para a compaixão e união. Representa o amor incondicional, o carinho, a harmonia, a paz interior e a compaixão. Ajuda a ultrapassar a tristeza e o medo. Transmite leveza e suavidade. Oferece paciência, feminilidade e fraternidade. Desperta o lado mais romântico, íntimo, atencioso e afectuoso. É uma cor de perspicácia, gentileza, empatia e sensibilidade. Inspira sentimentos reconfortantes como "tudo vai ficar bem". Acalma e tranquiliza as emoções. Alivia a raiva, a agressividade, o ressentimento e o sentimento de abandono e negligência. Coloca as pessoas em contacto com o seu lado mais ternurento e amoroso dispostas a dar e receptivas a receber amor. É uma cor que remete para a boa saúde, para o sucesso, para as memórias de infância e conforto maternal. Representa a doçura e a inocência da criança interior que temos dentro de nós.

A combinação de rosa com azuis e verdes escuros, preto e cinzento adicionam força e sofisticação.

Os rosas mais claros transmitem uma energia mais suave e amorosa, enquanto que os mais profundos são mais intensos (ver por exemplo o magenta).

O uso muito prolongado de rosa pode levar à imaturidade, à tolice e à feminilidade excessiva.


Também chamado de rosa fucsia. Harmonia universal e equilíbrio emocional. Aumenta a espiritualidade, o bom senso e a visão equilibrada da vida. Ajuda a criar harmonia e equilíbrio em todos os aspectos da vida em todos os níveis: físico, mental, emocional e espiritual. Influencia todo o desenvolvimento pessoal e espiritual. Fortalece a intuição e as habilidades psíquicas ao mesmo tempo que ajuda a superar traumas e dramas do dia-a-dia para que a pessoa possa experimentar um nível mais elevado de consciência e conhecimento. É uma cor de mudança e transformação. Ajuda a libertar padrões emocionais antigos ou desadequados que impedem o desenvolvimento pessoal e espiritual e ajuda a seguir em frente. Eleva o espírito durante os momentos de desânimo, infelicidade, raiva ou frustração. Representa o amor universal ao mais alto nível. Promove a compaixão, a bondade e a cooperação. Estimula o sentido de respeito próprio e contentamento. É uma cor de gentileza e atenciosidade que estimula a aceitação, a tolerância, o apoio e a paciência. Ideal para as pessoas que não se acomodam o que faz do magenta a cor do espírito livre. Cria o sentido de responsabilidade fazendo com que a pessoa crie o seu próprio caminho e aumente a actividade dos seus sonhos ajudando a transformar as suas ambições e desejos em realidade. Traz alegria, felicidade e apreciação ao que se adquiriu ou conquistou. Torna as pessoas mais optimistas. Ajuda a criar a paz ou a acalmar os conflitos.

É uma cor de paixão e uma combinação do vermelho e do violeta e, como tal, reúne as energias de ambos: o poder e energia do vermelho e a instropecção e tranquilidade do violeta.

Combinar com verde adiciona equilíbrio ao magenta.

O uso muito prolongado da cor magenta pode levar ao desespero, episódios depressivos, excesso de relaxamento (para quem é mais introvertido), arrogância, autoritarismo, opressão, irritabilidade, ansiedade e intolerância.


Faz ligação à Terra. Oferece estabilidade e ajuda no grounding (ancoramento). Traz confiança, honestidade, estrutura, suporte e vivacidade. Representa a protecção e apoio à família. Aguça o sentido de dever e responsabilidade. Incentiva a necessidade de segurança e a importância da família e amigos. É a cor do conforto físico, da simplicidade e da acessibilidade. Aumenta a lealdade, a confiabilidade e a praticidade. É a cor da honestidade, do genuíno e da sinceridade. Remete para a sensualidade, sensibilidade e envolvimento caloroso. Transmite calma e conforto. É uma cor de materialismo, mas de forma alguma está relacionado com a frivolidade, desperdício ou dependência. Valoriza a qualidade acima de tudo e tudo com moderação. Ao ajudar a suprimir as emoções, cria um refúgio seguro para aliviar o stress. Incentiva o perfeccionismo, a ordem e a organização. Dá segurança, autoconfiança, solidez, força e maturidade.

Os tons mais escuros adicionam elegância e sofisticação enquanto que os mais claros adicionam casualidade.

Como é uma cor de discrição, benéfica para quem não gosta de chamar a atenção, favorece as outras cores quando combinadas. Permite que estas brilhem com as suas energias mantendo as suas qualidades como pano de fundo.

O uso muito prolongado de castanho pode provocar previsibilidade, aborrecimento, falta de humor e excesso de materialismo (no sentido de preferir a quantidade à qualidade).


Contém a mesma energia do castanho, mas o bege adiciona praticabilidade, confiabilidade, conservadorismo, constância, imutabilidade e lealdade.

O uso muito prolongado de bege pode levar à desonestidade, inacessibilidade, insegurança, instabilidade e desânimo.



Sabedoria, alegria, esperança, força e oportunidades. Oferece clareza na tomada de decisões e compreensão nas questões mais difíceis da vida. É a cor do sucesso, da conquista e do triunfo. Está associada à abundância e prosperidade, ao luxo e qualidade, ao valor e elegância, à riqueza material e extravagância. Contém uma energia masculina muito forte e uma ligação profunda com o sol. Oferece optimismo e emoções calorosas. Ilumina o espírito e realça os aspectos positivos de tudo. Representa os ideais superiores, a sabedoria, a compreensão e a iluminação. Inspira conhecimento, espiritualidade e uma compreensão profunda do Eu. Desenvolve a generosidade, a compaixão e o amor. Lembra a importância da partilha quer de sabedoria, conhecimento ou riqueza. É a cor do vencedor que oferece confiança e paixão. Dá mais brilho e alegria a quem usa dourado. Tal como o violeta, é uma cor de realeza.

O uso muito prolongado do dourado pode causar egoísmo, oportunismo, hipocrisia, medo do sucesso mas também do fracasso, carência de bondade e generosidade. 


Iluminação, reflexão e insight. Contém uma energia feminina e está relacionado com a lua e com as marés. É uma cor de fluidez, sensibilidade, mistério e muito emocional. Acalma e purifica. Representa o momento de reflexão e a mudança de direcção pois ilumina o caminho a ser percorrido. Ajuda na libertação de problemas e bloqueios emocionais, mentais e físicos. Abre portas e ilumina o caminho para o futuro. Inspira a intuição e as habilidades psíquicas como a clarividência e a telepatia mental. Reflecte qualquer energia, positiva ou negativa, devolvendo-a à origem. É uma cor de riqueza e prestígio. Restaura o equilíbrio e estabiliza tanto o poder feminino como a energia espiritual. Protege dos ataques externos. Representa o glamour, a sofisticação, a modernidade e a prosperidade. Aumenta o sentido de responsabilidade, a determinação, a organização e o autocontrolo. O prateado é uma cor de dignidade. Benéfica para cargos de responsabilidade, sejam mulheres ou homens. Contém um grande sentido de criticismo (bom), de imparcialidade, de compaixão e de justiça. É a cor do envelhecimento gracioso.

É muito semelhante ao cinzento, mas adiciona mais optimismo e alegria. Combina com todas as cores funcionando como um iluminador e reflector das suas energias.

O uso muito prolongado do prateado pode levar à indecisão, neutralidade, frieza, cinismo, fuga ao compromisso e falta de sinceridade.



Contém as mesmas energias do branco, mas com um poder de amplificação mais elevado. Tem a capacidade de amplificar todas as energias, positivas ou negativas, devendo por isso ser usado com cautela.



Fonte(s): Golden Lotus Mala, Luz da Serra, Empowered Yourself

Artigos relacionados


Pinho - A Morada das Fadas e dos Gnomos

Pinho - A Morada das Fadas e dos Gnomos

A madeira de pinho fez parte do folclore de várias culturas tendo sido associado à imortalidade, à estabilidade e à resiliência. É considerado a morada das fadas e dos gnomos. Acredita-se que os maias já adoravam o pinho pelas suas (...) Ler mais

  • 0
Os 5 Elementos do Feng Shui e a sua Relação com o Japamala

Os 5 Elementos do Feng Shui e a sua Relação com o Japamala

Através deste artigo, vamos descobrir qual o seu elemento de nascimento no Feng Shui e como pode utilizar essa informação para escolher um japamala. Os asiáticos consideravam o céu, a terra e até mesmo eles próprios como parte de um (...) Ler mais

  • 0
Significado de um Japamala Partido

Significado de um Japamala Partido

Na tradição do budismo, do hinduísmo e até do ioga, um japamala partido simboliza a quebra de um ciclo. Um ciclo de sofrimento, de descoberta espiritual e de libertação de karma. É um sinal positivo na continuação da longa caminhada (...) Ler mais

  • 0