INFORMAÇÃO - ENVIOS    


{ACTUALIZAÇÃO 16.03.2020}

Informamos que dadas as dificuldades no acesso aos diversos postos dos CTT e elevado risco de exposição ao contágio

não iremos proceder a envios registados ou com pagamento na entrega durante tempo indeterminado.

Em alternativa, e até informação em contrário, publicada aqui, iremos proceder a envios em correio verde

(em todos os artigos excepto estatuetas e grelhas de cristais), sendo que os portes serão ajustados a este tipo de envio.

De salientar que o correio verde não tem registo e embora os extravios sejam pouco comuns, devem ser tidos em conta tal como possíveis atrasos nas entregas.

Pedimos a vossa compreensão para a medida tomada que não é a ideal mas, de momento, é a única que não nos coloca em risco (e a todos)

e a mais viável para que continuem a receber as vossas ferramentas de meditação e oração.


"Estamos todos juntos. Somos todos UM"


Gratidão 🙏 💗


Sândalo, a Madeira Sagrada


O sândalo é uma madeira originária da árvore Santalum e pode ser encontrado na Índia, Austrália e em muitas zonas da Ásia, sendo na Índia e na Austrália que se produzem e exportam as melhores madeiras.

É utilizado no fabrico de perfumes, óleos, incensos, mas também é utilizado na criação de esculturas e de diversos objectos.


Na Índia, o sândalo é considerado a madeira sagrada, proveniente da árvore sagrada, e está a ser objecto de uma campanha de preservação conduzida pelo governo indiano que pretende proteger as árvores da devastação a que têm sido expostas. Actualmente, só é permitido o corte de árvores com mais de trinta anos, idade em que ocorre a sua morte natural.


O seu valor tem sido reconhecido por inúmeras culturas, sobretudo para o uso em cerimónias religiosas.

No hinduísmo, o sândalo é moído como pasta de incenso e queimado, tanto para oferendas às divindades (especialmente Shiva), como para purificar o ar e criar um ambiente meditativo. As aparas são preparadas através de uma moagem manual contra lajes de granito com um determinado formato e adicionada água e açafrão para criar a pasta. É uma tarefa adequada apenas aos puros e é apenas confiada aos sacerdotes nos templos e durante cerimónias. É distribuído pelos devotos que o aplicam na testa, pescoço e peito. Os hindus acreditam que a deusa Lakshmi vive na árvore do sândalo.

No budismo, o sândalo também é muito popular em rituais. É queimado para transformar os desejos humanos e promover o mindfulness, e à semelhança do hinduísmo, é utilizado também como oferenda e como preparação do ambiente para a prática da meditação. Os budistas atribuem-no à família Padma (Lótus) e ao Buda Amitabha.


Cores

A madeira de sândalo apresenta inúmeras cores e tonalidades que variam consoante a espécie (existem mais de 15 diferentes), o solo de cultivo, zona geográfica, o corte e o tempo de secagem, sendo que os tons variam do branco, amarelo e verde ao castanho e vermelho. Muitas vezes é polido e/ou colorido artificialmente através de técnicas de tingimento e pintura.


Propriedades Energéticas

- Induz o estado meditativo

- Ajuda a desenvolver a clarividência e a capacidade de adivinhação

- Favorece a boa sorte e o sucesso

- Aumenta o poder sobre o que se deseja

- Tranquiliza

- Promove o profundo relaxamento

- Auxilia o processo de cura

- Aumenta a energia espiritual

- Acredita-se que aumenta a autoconfiança e o autoconhecimento

- Promove vitalidade e entusiasmo

- Aumenta a autoestima e o gosto pela vida

- Encoraja a positividade e optimismo afastando sentimentos de dúvida

- Acalma a raiva, a agressividade e a irritabilidade

- Traz sentimentos de paz e de serenidade

- Ajuda a aliviar várias doenças do sistema digestivo

- Promove um sono tranquilo

- Afasta a melancolia

- Promove a compaixão e a abertura

- Alivia o stress

- Purifica as energias negativas

- Equilibra as emoções

- Eleva a esperança para o futuro

- Protege de influências negativas e afasta espíritos malignos, sendo especialmente útil para quem é uma "esponja" energética, ou seja, que tem tendência para absorver energias externas

- Afasta distrações na meditação

- Estimula o sentido de consciência

- Ajuda a superar traumas mentais

- Desperta a força interior ajudando na superação de adversidades da vida

- Fortalece o sistema imunitário

- Inibe a depressão e pensamentos depressivos

- Alinha mente, corpo e espírito


Sândalo e os Chakras

O sândalo trabalha com todos os chakras:
Chakra raiz - estabelece ligação com a terra (grounding) criando uma forte sensação de estabilidade e foco

Chakra sacral - estimula a sensualidade e a criatividade

Chakra do plexo solar - induz a confiança no plano divino aumentando a capacidade de adaptabilidade a novas situações

Chakra cardíaco - eleva a vibração abrindo o coração ao amor incondicional e à compaixão

Chakra laríngeo - aumenta a clareza mental e desperta pensamentos divinos

Chakra do terceiro olho - serena a mente, induz o estado meditativo e melhora a capacidade de receber e integrar energias de cura

Chakra da coroa - incita a consciência elevada e estimula o sentido de unidade


Factos e Cuidados

O sândalo envelhece! É um facto!

Vai perdendo a cor devido ao uso regular em contacto com a pele, absorção da própria oleosidade da pele, exposição solar e outras condições ambientais. A menos que queira colocar os seus japamalas de sândalo ou outras peças num saco e fechá-los para sempre, o envelhecimento é natural e não há nada que possa fazer, mas pode minimizar os efeitos:

- Com um pano de algodão macio e levemente húmido (não encharcado) limpe cada conta para remover a sujidade e oleosidade;

- Secar de seguida com um pano de algodão seco;

- Colocar umas gotas de óleo essencial de sândalo num pano e passar por cada conta para hidratar.

Na cultura asiática o envelhecimento é sinal de idade e de ancestralidade que sugere uma história. Pode perder os traços de jovialidade, mas ganha em alma.


Limpeza energética

Antes de utilizar uma peça com sândalo (um japamala, por exemplo) deverá sempre proceder a uma limpeza energética.

Artigos relacionados


Pau Rosa, o Curador

Pau Rosa, o Curador

O Pau Rosa tornou-se num dos materiais mais utilizados e apreciados na Índia e no Paquistão. O pau rosa é muito mais que um material para fins decorativos ou utilitários, é um poderoso "ingrediente" de cura. Não é de admirar que, com (...) Ler mais

Ébano, o Harmonizador

Ébano, o Harmonizador

O ébano é uma madeira oriunda do Sri Lanka, Índia, África e Indonésia e facilmente reconhecida pela sua cor preta. É um símbolo do poder, pureza, equilíbrio, protecção e sorte. Os pagãos acreditam que tem a habilidade de amplificar (...) Ler mais

Wenge, a Madeira que Relaxa

Wenge, a Madeira que Relaxa

A madeira de wenge, cientificamente denominada Millettia Laurentii, é um tipo de madeira originária da África Central e Ocidental. Tem inúmeras propriedades curativas quer a nível físico como espiritual, mas também as folhas, (...) Ler mais

Produtos relacionados