Significado das Cores das Velas


As velas desempenham um papel significativo no contexto esotérico, espiritual e mágico, carregando consigo uma aura de mistério e simbolismo que remonta a tradições antigas. A sua utilização transcende o simples propósito de iluminação, tornando-as numa ferramenta poderosa para práticas ritualísticas e espirituais.

A origem das velas no contexto esotérico remonta a civilizações antigas, onde eram usadas em rituais religiosos e de magia. Eram vistas como canais de energia que podiam ser manipulados para invocar forças sobrenaturais, realizar feitiços ou até mesmo induzir insights espirituais. Nos tempos modernos, a utilização de velas no contexto esotérico permanece relevante, com praticantes de diversas tradições espirituais a incorporá-las nas suas práticas, seja para meditação, limpeza energética, ou para intensificar a atmosfera em rituais mágicos.

A vela é uma poderosa e imprescindível ferramenta esotérica carregada de simbolismo. A chama da vela é frequentemente associada à presença divina, servindo como um elo entre o mundo material e o espiritual. O tipo de cera, a cor da vela e até mesmo a forma como ela queima são considerados elementos importantes na interpretação de sinais e na condução de rituais mágicos. Desta forma, as velas continuam a ser portadoras de significados profundos no universo esotérico, servindo como instrumentos que transcendem o visível, conectando-se ao sagrado e ao misterioso, ao perpetuar tradições ancestrais e guiando aqueles que buscam aprofundar a sua jornada espiritual. Neste artigo, falaremos do significado das cores:


 

BRANCO - Pureza, espiritualidade, energia, mudança, verdade, energias angelicais, força espiritual, protecção, poder Divino, purificação, inocência, sinceridade, paz, orientação, abre caminhos, lealdade, limpeza energética, esperança, novos começos. Limpa, purifica e desperta a criatividade. Substitui qualquer cor pela sua pureza e quando utilizada em simultâneo com outras cores, amplifica as energias destas.

É uma das cores mais usadas em rituais para purificar, limpar e pacificar o ambiente.

É uma cor flexível que substitui outras cores que não estejam disponíveis no momento.

Está associada ao chakra da coroa (7º chakra) e portanto, muito benéfica quando se trabalha este chakra.


 

AMARELO - Comunicação, aprendizagem, confiança, sabedoria, atracção, charme, hipnose, fascínio, alegria, intelecto, viagem, criatividade, harmonia, clarividência, imaginação, poder da mente.

Em rituais, é muito útil para fortalecer o foco, aumentar o poder de visualização e a compreensão das mensagens e insights recebidos.

É a cor associada ao chakra do plexo solar (3º chakra).


 

LARANJA - Alegria, saúde, equilíbrio, criatividade, carreira, encorajamento, estimulação, adaptabilidade, diligência, coragem, finanças activas, atracção, energia, cura, vitalidade, sorte, clareza da mente.

Muito usada em cerimónias, a vela laranja é excelente para aumentar ou melhorar a energia do ambiente durante os rituais.

Está associada ao chakra sacral (2º) e portanto, muito útil para alinhar e energizar este chakra.


 

VERMELHO - Mudança, força, energia, coragem, saúde, justiça, paixão, virilidade, manter a saúde, longevidade física, protecção, impulsividade, vitória, sexualidade, entusiasmo, força de vontade, poder.

Requer precaução na utilização devido à sua energia vibrante que pode atrair a raiva e a agressividade, portanto não é adequada para todos os rituais.

Está associada ao chakra raiz (1º) e é muito útil para promover a estabilização e o sentimento de pertença a este mundo.


 

CASTANHO - Amizade, energias da Terra, atrair dinheiro e sucesso financeiro, firmeza, saúde e segurança dos animais, perseverança, concentração.

Cria um ambiente confortável e de conexão às raízes promovendo a estabilização de energias. Oferece um sentimento de segurança aos rituais.

Está associada ao chakra raiz (1º) e promove o alinhamento deste chakra e ancoramento à Terra.


 

VERDE - Amor, cura, abundância, generosidade, equilíbrio, saúde, sorte, fortuna, fertilidade, educação, crescimento, dinheiro, prosperidade, emprego, casamento, renovação.

É muito usada em rituais de manifestação de abundância, boa saúde e prosperidade. Promove o equilíbrio no ambiente. Deve ser usada com precaução e evitada em determinados rituais já que pode desencadear a inveja e o egoísmo.

Está associada ao chakra cardíaco (4º) e é muito útil para alinhar e limpar este chakra, promovendo a energia do amor.


 

AZUL - Poder mental, imaginação, inspiração, discernimento, compreensão, entendimento, tranquilidade, paciência, saúde, intuição, comunicação verdadeira, sabedoria, controlo mental e emocional, transformação, felicidade, calma, anti-depressão, segurança em viagem, verdade, meditação.

Promove a tranquilidade e a serenidade durante os rituais. É muito útil para induzir estados meditativos e comunicar com os guias espirituais, espíritos e outros seres de luz.

Está associada ao chakra laríngeo (5º) e é útil para limpar, alinhar e energizar este chakra.


 

ÍNDIGO - Elevação dos estados de meditação, conhecimento, autenticidade, espiritualidade, concentração, foco, neutraliza qualquer magia, quebra maldições, aumenta a intuição, equilibra o karma e as memórias passadas, tem o poder de fazer parar pessoas e situações, revela mentiras.

Útil para abrir a intuição e estabelecer contacto com espíritos, anjos e guias para receber orientação durante os rituais.

Está associado ao chakra do terceiro olho (6º) e é útil para limpar, alinhar e energizar este chakra.


 

VIOLETA - Transmutação, espiritualidade, harmonia, perdão, desenvolvimento pessoal, intuição, sucesso na procura, trabalho criativo.

Muito usada em rituais para elevar as energias, transmutar energias no ambiente, remover espíritos malignos e aumentar a intuição.

Está associada ao chakra do terceiro olho (6º) e é útil para limpar, alinhar e energizar este chakra facilitando a abertura da intuição e o desenvolvimento dos poderes psíquicos. Muito eficaz a induzir estados meditativos.


 

COR-DE-ROSA - Reconciliação, amor, afecto, família, conhecimento, amor, comunicação com os entes queridos, descontração, cura espiritual, sucesso, compaixão, honra, conquista sobre o mal, amizade, moralidade, emoção, romance.

Útil para trazer uma energia mais amorosa aos rituais.

Está associada ao chakra cardíaco (4º) e alinha, limpa e energiza este chakra.

Deve ser usada com precaução e evitada em determinados rituais, já que pode trazer imaturidade e falta de limites à pessoa que conduz o ritual.


 

PRETO - Devolver a negatividade, banir atitudes e vícios não saudáveis, protecção espiritual, empoderamento, força interior, mudança, revela insights, solidez, elimina a discórdia, a confusão, o caos e os feitiços.

Apesar de estar associada à magia negra, a vela preta é muito útil para neutralizar as energias negativas durante os rituais e proporcionar proteção.

Afasta as energias malignas enviadas por terceiros, feitiços, encostos e amarrações. No entanto, é necessária muita prudência na escolha dos rituais com velas pretas já que é uma cor que pode trazer justamente aquilo que se quer banir se houver uma predisposição para a vingança, sentimentos de raiva e desejo do mal.


 

PRATEADO - Desejo, intuição ligada à lua, energias femininas, psiquismo, força, compaixão, paciência, sabedoria superior, limpa energias negativas, facilita a viagem astral, protecção, dinheiro, equilíbrio, vitória.

Útil para trazer neutralidade e equilíbrio ao ritual. Promove o desapego do que quer que venha a acontecer durante e após o ritual. Não é adequado a todos os rituais já que pode trazer desmotivação e induzir estados depressivos.

Está associado ao chakra da coroa (7º) e é benéfico para o alinhamento, limpeza e energização deste chakra.


 

DOURADO - Prosperidade, ambição, meditação, abundância, fortuna, sucesso, virilidade, felicidade, confiança, coragem, força psíquica, energia curativa, sorte rápida.

Útil para atrair vibrações positivas e aprimorar a conexão com o Universo durante os rituais. Dá um sentimento de empoderamento pessoal a quem realiza o ritual. No entanto, deve ser usada com precaução e em rituais adequados já que pode trazer inveja e materialismo.

Está associado ao chakra do plexo solar (3º) e é muito útil para limpar, energizar e alinhar este chakra promovendo a autoconfiança e o poder pessoal.


 

MEL - Abundância, gratidão, agradecimento, fé, transmutação de energias, boa sorte, prosperidade, amor, conexão com os anjos e seres de luz.

Uma das velas que deve estar sempre presente nos rituais, seja ele qual for e independentemente da cor das outras velas. É uma vela de gratidão ao Universo, aos guias espirituais, espíritos, anjos e todos os seres de Luz presentes durante o ritual.

Diz-se que deve ser queimada uma vela de mel no dia 11 ou 22 de cada mês para atrair boa sorte, abundância e prosperidade.


Combinar cores

As velas podem ser usadas em simultâneo em determinados rituais com cores específicas. No entanto, as velas devem ressoar com a intenção do ritual.

Em todos os rituais, podem ser usadas simultaneamente velas brancas para purificar e elevar as energias e a vela de mel para agradecer ao Universo e aos seres presentes nos rituais.

Para alinhamento dos chakras podem ser usadas sete velas com as cores correspondentes mas, uma das formais mais eficazes (e prática), é usar uma única vela com as sete cores.


As cores e os dias da semana

A cor está associada a determinadas intenções, mas também aos dias da semana. Muitas práticas espirituais, com um determinado objectivo, são realizadas nesses dias (de salientar que, estas associações de cores aos dias da semana variam consoante a tradição ou crença). Esta é uma associação com os Sete Raios Cósmicos e a Grande Fraternidade Branca:

Segunda-Feira - Amarelo e Dourado - associadas à sabedoria, iluminação, amor, discernimento, paz

Terça-Feira - Rosa - associada ao amor divino, adoração, vibrações elevadas, compreensão

Quarta-Feira - Branco - associada à paz, pureza, ressurreição, harmonia, ascensão

Quinta-Feira - Verde - associada à cura, verdade, consagração, concentração

Sexta-Feira - Dourado e Vermelho - associadas à devoção, poder da cura, paz divina,

Sábado - Violeta - associada à misericórdia, libertação, transmutação, compaixão, invocação, divina presença Eu Sou

Domingo - Azul - associada ao poder, força, proteção, vontade de Deus, consciência, transformação


As cores e o calendário litúrgico

Branco - usa-se durante a época de Natal, na Quinta-Feira Santa, na Vigília Pascal do Sábado Santo e todo o tempo Pascal, festas do Senhor e celebração dos santos.

Roxo ou Violeta - são usadas na Quaresma, celebração de Finados, nas exéquias e durante a Semana Santa (até quinta-feira de manhã).

Vermelho - usa-se no Domingo de Ramos, Sexta-Feira Santa, Domingo de Pentecostes e na celebração dos mártires, apóstolos evangelistas.

Cor-de-Rosa - usa-se no terceiro Domingo do Advento e no quarto Domingo da Quaresma.

Preto - usa-se nas missas em memória dos entes falecidos e celebração de Finados.

Verde - usa-se em todo o Tempo Comum, excepto nas festas do Senhor no qual é usado o branco.

Dourado - usa-se em solenidades de grande importância no ano litúrgico como a Páscoa, Natal e Ordenações. É uma cor que caiu um pouco em desuso.

Azul - usa-se em celebrações em honra da Santíssima Virgem Maria.




Artigos relacionados


Água-Marinha - O Tesouro das Sereias
40

Água-Marinha - O Tesouro das Sereias

Diz-se que a Água-Marinha foi um tesouro oferecido pelas sereias aos marinheiros para ser usado como talismã de boa sorte, destemor e proteção. Era inclusive usada como talismã contra o afogamento, e também vista como uma pedra de (...) Ler mais

  • 1
A Influência Energética dos Cristais de Cura no Corpo Humano
42

A Influência Energética dos Cristais de Cura no Corpo Humano

A crença na influência dos cristais na saúde humana remonta a antigas filosofias e tradições espirituais. Neste mergulho profundo, exploraremos a fascinante relação entre os cristais de cura e os órgãos do corpo humano. Cada órgão, (...) Ler mais

  • 0
Despertar a Sabedoria Interior com a Leopardite
18

Despertar a Sabedoria Interior com a Leopardite

Com um aspecto que lembra a pele do leopardo, este tipo de Jaspe mostra na perfeição a força criativa da Mãe Natureza. É uma pedra "com um espírito livre" que estimula a ligação entre a humanidade e o mundo animal trazendo à tona a (...) Ler mais

  • 0

Produtos relacionados