Escala da Consciência - Em que Frequência está a Vibrar?


Durante os muitos anos que exerceu psiquiatria, David Hawkins começou a observar nos seus pacientes níveis comuns de sentimento, pensamento e acção. Percebeu que os desafios e evolução das pessoas dependiam dos seus níveis de consciência e assim criou uma escala de medição de níveis de consciência ou vibração baseada na sua investigação. Durante mais de 25 anos usou a cinesiologia para medir os níveis de consciência em tudo o que podia imaginar: pessoas, animais, livros, locais, países, música, eventos, etc.

Documentou todos esses níveis numa escala de 1 a 1.000 sendo que o 200 é o nível acima do qual começamos a irradiar energia a tudo ao nosso redor e abaixo tornamo-nos consumidores de energia. Hoje, esta tabela é usada por milhares de pessoas de várias áreas para medir e proceder a mudanças para melhorarem a sua qualidade de vida e evolução pessoal.



Analisando as emoções, verificamos que:

A VERGONHA, que vibra a apenas 20Hz, é a vibração mais baixa que um ser humano emite. Esta emoção, impede a vida social, a tomada de decisões e de acção, o crescimento pessoal e inibe as experiências de vida. A uma forma de vergonha mais subtil chama-se timidez e um nível mais extremo de vergonha pode provocar sentimentos de ódio na própria pessoa e vontade de desaparecer.

A CULPA, que vibra a 30Hz, é uma vibração um pouco mais alta que a vergonha e surge porque a pessoa agiu ou precisa de agir. Pessoas que sentem culpa são pouco produtivas, vitimizam-se e atribuem culpas aos outros pelo seu insucesso. Vive muito do passado e não avança. Pessoas religiosas com culpa, alimentam a ideia de que são pecadoras.

A APATIA, a 50Hz, é a frequência das pessoas que só agem mediante o que lhes surge à frente. Sentem falta de esperança e frequentemente agem como vítimas.

A TRISTEZA, que vibra a 75Hz, vibra mais que a apatia porque o sofrimento/tristeza transforma as pessoas tirando-lhe o estado apático. Sentem tristeza extrema, sobretudo diante de perdas.

O MEDO, a 100Hz, provoca insegurança diante das questões da vida tornando tudo numperigo eminente. As pessoas com medo tornam-se paranóicas, excessivamente preocupadas e stressadas. Para superar, precisam de apoio para lidar com essa emoção e libertarem-se dela. Os medos são crenças que limitam o crescimento pessoal e que geram uma imensa falta de qualidade de vida.

O DESEJO, a 125Hz, faz com que as pessoas sejam materialistas e nunca satisfeitas com o que já possuem. É a emoção que alimenta os vícios e a lúxuria. Há um sentimento de consumo exacerbado que provoca frustração, impaciência e ansiedade quando a pessoa não compra o que quer. A escolha sobre os efeitos que os objectos têm sobre nós é só nossa.

A RAIVA, vibra a 150Hz, e é um sentimento de frustração que pode estar guardado no nosso interior e num momento de fúria ser exposto. Causa culpa, vergonha e mal-estar sempre que há um descontrolo das emoções. A raiva, em vez de guardada (porque vai explodir mais cedo ou mais tarde) deve antes ser libertada através do exercício físico ou caminhadas, por exemplo.

O ORGULHO, a 175Hz, é o estado de consciência predominante do ser humano actualmente. Depende de circunstâncias externas como o poder e o dinheiro. É a emoção que leva aos conflitos religiosos, políticos, desportistas e ao racismo. Uma pessoa orgulhosa age de acordo com o ditado "se não estás comigo, estás contra mim".

A CORAGEM, a 200Hz, começa a libertar a pessoa do seu centro e levá-la a pensar mais nos outros. Ainda existe um ego activo, mas a espiritualidade começa a despertar.

A NEUTRALIDADE, a 250Hz, torna as pessoas desapegadas e felizes. O sistema de crenças torna-se flexível. Há uma descontração sobre o que vai ou não acontecer e seja o que for, a pessoa mantém a sua posição. Perde a necessidade de ter que provar e ganha conforto e segurança nos contactos sociais.

A DISPOSIÇÃO, vibra a 310Hz, e é neste nível que começamos a usar a nossa energia mais eficazmente. Somos capazes de colocar as ideias em prática, organizar a vida e praticamente deixamos de reclamar.

A ACEITAÇÃO, a 350Hz, é o nível da verdadeira mudança. Há uma eliminação de crenças antigas. A pessoa torna-se mais competente, utiliza as suas capacidades para criar algo de bom, vive proactivamente, perdoa facilmente, a sua energia aumenta, define e alcança metas e começa a entender que pode ter uma função no mundo e que pode fazer a diferença.

A RAZÃO, vibra a 400Hz, e é definido como o nível da medicina e da ciência segundo Hawkins. É a consciência dos mestres em que há um desapego de tudo. A visão sobre o mundo é de conexão, o mundo é um todo interligado. Não existe mais sofrimento provocado por factores externos e deixa de existir ilusão.

O AMOR, vibra a 500Hz, e é o nível da libertação do ego. Não há mais ego, só amor incondicional onde tudo o que se faz, faz-se por um bem supremo e sem esperar nada em troca. Segundo Hawkins, apenas 1 em 250 pessoas atinge este nível.

A ALEGRIA, a 540Hz, é um estado de felicidade inabalável. É o nível maior de consciência que o ego pode atingir. É aqui que começa o desapego com a vida e o nível onde estão as pessoas mais avançadas na espiritualidade. A energia é radiante e a consciência é expandida. A pessoa age através da sua intuição que é muito desenvolvida.

A PAZ, vibra a 600Hz, e é o nível da transcendência total. Hawkins diz que apenas 1 em 10 milhões de pessoas atinge este nível.

A ILUMINAÇÃO, a 700Hz, é o fim do individualismo. A união do Ser com o Todo. O fim do ego, do eu. É um nível muito raro de ser atingido. É aqui que acontece a consciência elevada.



Fonte(s): O Segredo, Focused Life-Force Energy

Artigos relacionados


60 Formas de Aumentar a Vibração Energética

60 Formas de Aumentar a Vibração Energética

Podemos entender a vibração como pensamento, emoção, um lugar, o ambiente de um lugar, um estado de ser, a qualidade energética de uma pessoa,... A vibração é "lida" pela intuição e podemos saber exactamente a vibração energética (...) Ler mais

  • 0
Como Escolher um Japamala?

Como Escolher um Japamala?

Escolher o japamala perfeito parece complexo e difícil com tantas cores, estruturas, modelos e materiais, mas na verdade é muito fácil. Há quem saiba exactamente o que procura, mas também quem tenha dificuldades e procure ajuda. (...) Ler mais

  • 0
Como Manter a Paz num Mundo Louco

Como Manter a Paz num Mundo Louco

Há muito que podemos fazer para encontrar a nossa paz e melhorar a nossa saúde e bem-estar a todos os níveis. Todos queremos ter paz interior, sentirmo-nos felizes e libertos. O mundo louco em que vivemos faz-nos realmente apreciar e querer (...) Ler mais

  • 0

Produtos relacionados